Resumo Semanal – 30


📅

🔗 Firefox Send 🦊
– A Mozilla suspendeu o serviço de envio de arquivos. Após alguns relatos de que ele estava sendo usado para espalhar vírus e outros tipos de malwares. O Send deve ganhar melhorias para combater esse tipo de uso, mas ainda não há data definida para sua volta.

🔗 Google te faz trabalhar pra ela DE GRAÇA!
– reCaptcha, sabe quando você precisa marcar hidrantes, semáforos, carros, entre outros? Pois é, o Google te obrigar a trabalhar de graça para eles! Você está treinando o algoritmo de visão via reCaptcha. Uma maneira de passar por esta “barreira” e se vingar de treinar a inteligência artificial do Google gratuitamente, voce pode revidar fazendo um “trabalho porco”: identifique o que ele pede e marque um quadradinho a mais que não tenha nada a ver com o que foi pedido, tipo, se for semáforo, marque os semáforos e uma árvore (se tiver) — eu faço isso há anos, rs —.
– Ainda sobre o reCaptcha do Google. Você talvez não veja mais tanto esses desafios de imagens na v3 o Google passou a usar dados de monitoramento dos usuários para “passá-los” automaticamente no teste.
https://webmasters.googleblog.com/2018/10/introducing-recaptcha-v3-new-way-to.html 
– Pessoas que desviam do padrão (não logadas no Google, com VPN ou adblock ativados) têm mais chances de se depararem com os testes. Aí você basicamente trabalha para o Google a fim de provar que é humano, ajudando a tornar máquinas mais fluentes em competências humanas.
(Informações adicionadas do canal do Telegram do Manual do Usuário)

🔗 Twitter HACKEADO(?) por conta da Engenharia social
– Várias contas verificadas no Twitter foram atacadas. Entre as mais conhecidas, temos: Jeff Bezos (CEO da Amazon), Elon Musk (CEO da Tesla), Bill Gates(CEO da Microsoft) e algumas empresas, inclusive a Apple. A idéia é a pratica do SCAM (Esquemas ou ações enganosas e/ou fraudulentas. Normalmente, têm como finalidade obter vantagens financeiras, no caso, Bitcoins). Várias dessas mensagens já foram excluídas. A CoinDesk, uma das afetadas, afirma que sua conta tem ativada a autenticação em dois fatores.
– Sobre o ataque aos perfis verificados, o Twitter informou ter sido vítima de um ataque de engenharia social direcionado à alguns funcionários (sim, mais de um) com acesso à ferramentas e sistemas internos. A partir desses funcionários, os engenheiros sociais conseguiram acessos e tuitaram como se fossem os perfis. Ao que tudo indica, não houve um vazamento de senhas
https://twitter.com/TwitterBrasil/status/1283597956101410817

🔗 20.000.000 de dados pessoais e navegação de usuários expostos por VPNs
– Eis a importância de sempre pesquisar a procedência da VPN que usa e é com muita cautela que recomendo VPNs, uma que, com certeza eu recomendo e assino embaixo é a SPOD VPN, além de ser patrocinadora oficial do PodApps, cumpre exatamente o que promete e sai na frente da concorrência.
– A falha envolve as VPNs: UFO VPN, FAST VPN, Free VPN, Super VPN, Flash VPN, Secure VPN e Rabbit VPN
– Alguns nomes bem sugestivos, mas de longe sem procedência, “Essas VPNs traíram seus usuários mais vulneráveis e os expuseram a um grande perigo”, afirma o vpnMentor
Veja a matéria completa no Tecnoblog

🔗 Espionagem de tela(?) do Facebook Messenger
– Ok, o título é bem hater, mas eu sou mesmo, #DeleteFacebook!
– O Facebook implementou o recurso de compartilhamento de tela no Android e iPhone que pode ser feito em video-chamadas “privadas” ou em grupos. Com a nova funcionalidade, é possível exibir as suas fotos do rolo de câmera do celular, as páginas da internet, entre outros conteúdos.
– Segundo o proprio Facebook: Sabemos que as pessoas estão tentando se conectar mais do que nunca e o compartilhamento de tela é o recurso mais recente que estamos lançando para aproximar as pessoas, esperamos que elas encontrem o compartilhamento de tela de uma maneira divertida e envolvente
Veja a matéria completa no Tecnoblog

🔗 Stalker(ware)?
– O nome parece estranho, mas pra quem não sabe, stalker é aquele ou aquela que persegue outro, no caso (ware) é um app que faz isso.
– Segundo a AVAST (rs!) durante a quarentena, houve um aumento de 51% do uso desses apps. Se você é um desses, espero que tenha uma boa justificativa, pois é extremamente antiético.
– Os “stalkerwares” são softwares antiéticos que permitem o rastreamento da localização de uma pessoa, acessam suas fotos e vídeos pessoais, interceptam e-mails, textos e comunicações de apps como WhatsApp e Facebook, bem como interceptam chamadas telefônicas e gravam ocultamente conversas pela internet, sem o conhecimento da vítima.
Veja mais no The Hack

🏷