Como proteger sua privacidade em redes WiFi públicas


📅

wood marketing dark dirty
Photo by RODNAE Productions on Pexels.com

Então você está na sua cafeteria favorita e entrou no Wi-Fi gratuito com seu tablet ou computador para verificar suas redes sociais, ler as últimas notícias e talvez dar uma olhada rápida no seu saldo bancário enquanto desfruta do seu café. Estamos tão acostumados a ter acesso à Internet quando e onde precisarmos que muitas vezes não paramos para considerar se fazer login em uma rede pública é seguro.

Na última década, a Techlicious tem rastreado os perigos do uso de Wi-Fi público, e encontramos três maneiras principais pelas quais esses hotspots públicos gratuitos podem causar problemas. E para mantê-lo seguro, recomendamos cinco coisas simples que você pode fazer para proteger sua privacidade quando usa Wi-Fi público.

Os 3 grandes riscos do Wi-Fi público gratuito

Usar Wi-Fi público é como ter uma conversa em um lugar público: outros podem ouvi-lo, a menos que você tome precauções.

1. Suas informações pessoais são enviadas em texto puro

Se você não tomar precauções, as informações que seus dispositivos enviam por uma rede WiFi pública saem em texto claro – e qualquer outra pessoa na rede pode facilmente dar uma olhada no que você está fazendo com apenas algumas ferramentas de software simples.

Alguém espionando pode facilmente pegar suas senhas ou outras informações privadas. Se você usar a mesma senha em vários sites, isso pode ser um grande problema. Esta é a maior preocupação com os hotspots públicos.

2. Você se conecta a um hotspot WiFi criado por ladrões

O próximo problema em potencial é o que é chamado de honneyspot (pote de mel). Os ladrões podem configurar seu próprio hotspot WiFi com um nome despretensioso como “Wi-Fi Público” para tentá-lo a se conectar para que eles possam pegar todos os dados que você enviar. Estes são fáceis de configurar sem qualquer tipo de equipamento especial — isso pode ser feito apenas usando um laptop ou smartphone — para que você possa encontrá-los em qualquer lugar.

3. Hackers podem sequestrar sua conexão com mídias sociais e outros sites

Finalmente, o uso de Wi-Fi público coloca você em risco de sequestro de sessão (inglês). É quando um hacker que está monitorando seu tráfego WiFi tenta assumir uma sessão aberta que você tem com um serviço on-line (como um site de mídia social ou um cliente de e-mail), roubando os cookies do navegador que o serviço usa para reconhecer quem você é. Uma vez que os hackers tenham esse cookie, eles podem fingir ser você nesses sites ou até mesmo encontrar suas informações de login e senha armazenadas dentro do cookie.

5 maneiras de se manter seguro em Wi-Fi público

1. Conheça sua rede

Antes de se conectar, certifique-se de saber a qual rede você está se conectando para não ser vítima de honeypots WiFi. Se você não tem certeza de como se chama a rede pública de uma empresa, pergunte a um funcionário antes de se conectar. E verifique se o seu computador ou smartphone não está configurado para se conectar automaticamente a redes WiFi que não sejam do seu trabalho ou casa – ou configure-o para perguntar antes de se conectar. Dessa forma, você terá certeza de que sabe ao que está se conectando quando se conectar.

2. Mantenha sua conexão segura

Certifique-se de se conectar a sites via HTTPS, que criptografa qualquer coisa que você envie e receba do site. Embora um serviço de VPN criptografe tudo o que você envia, o HTTPS garante que a comunicação de e para um determinado site seja segura. Para verificar se você está conectado via HTTPS, consulte a barra de endereços da janela do seu navegador; você deve ver “HTTPS” no início do endereço da web (ou, em alguns navegadores da web, um ícone de cadeado).

3. Use uma VPN

Se você usar um serviço de VPN, qualquer pessoa que tente roubar suas informações pessoais verá apenas dados criptografados. Recomendamos fortemente o uso da SPOD VPN.

  • A Spod é a única VPN, que não pede nenhum tipo de dado pessoal pra cadastro e uso do serviço. Com servidores disponíveis no Brasil, Estados Unidos, Europa e Ásia, a SPOD VPN entrega proteção contra rastreadores e phishing, alta velocidade, baixa latência e compatibilidade com IPv6.
  • No app da SPOD você também visualiza quanto tempo você ganhou de vida com carregamentos mais rápidos, anúncios e rastreadores bloqueados e quanto de bateria e do seu pacote de dados foi economizado.

4. Usar a autenticação de dois fatores

Sempre que puder, use a autenticação de dois fatores, que requer uma senha e um código secundário que muda regularmente, para sites e aplicativos. Isso torna muito difícil para os hackers acessarem suas contas, porque mesmo que eles possam obter sua senha, eles não terão o código secundário. Authy tem uma lista de sites que suportam autenticação de dois fatores.

5. Desativar o compartilhamento de arquivos

Certifique-se de que seu computador não esteja configurado para compartilhar acesso a arquivos ou ser visto em redes públicas ou de convidados. Quando você está em casa, pode ser conveniente manter as coisas em uma pasta que você compartilha com outros membros da família, mas isso é menos seguro quando você está se conectando ao Wi-Fi público.

Desativar o compartilhamento em:

  • Windows 10 e 11: Vá para o Painel de Controle > Rede e Internet > Centro de Rede e Compartilhamento > Alterar configurações avançadas de compartilhamento. Desative o compartilhamento de arquivos e impressoras e a descoberta de rede e salve as alterações.
  • Mac OS X: acesse Preferências do Sistema > Compartilhamento e verifique se o Compartilhamento de Arquivos não está marcado.